Construir uma PatchBox 4x4

    Por xtech    2.098 Visualizações     0 comentários    


Gastar uns valentes euros para comprar uma patchbox para organizar a pedalboard? Nem pensar. Neste tutorial podes aprender passo a passo como construir uma a um excelente preço, e pode muito bem ser o teu primeiro passo no DIY, pela sua facilidade.

xtech
Por xtech

Toco um pouco de tudo e muito de nada.
Gosto de tecnologia. Gosto do homestudio.
A música é um hobby e uma paixão.

 


Introdução

Gostavas de ter uma pedalboard que pudesse ser levada para todo o lado que fosse verdadeiramente plug and play? Ou organizá-la de modo a acabar com a confusão de cabos? Ou ligar o teu amp à tua pedalboard em 4CM sem a confusão toda de cabos por cima de pedais. Então estás no sítio certo: vamos construir uma patchbox DIY por muito menos que imaginas. Na última página do tutorial podes encontrar a lista completa de materiais e os sítios onde os podes comprar sem ter um rombo na carteira.

Vamos lá então, mãos à obra. O objectivo é construir uma patchbox DIY 4x4, isto é, com 4 entradas e 4 saídas de Jack, com uma fila no topo e outra lateral, para melhor organização. Uma patchbox permite que o sinal passe de cada uma das entradas para cada uma das saídas, o que significa que é óptimo para ter as ligações todas no mesmo sítio. A patchbox terá componentes bons de modo a não ter ruídos por ground loops, e ainda assim sairá baratíssima.

No final, vamos chegar a uma coisa destas (ou consoante a tua criatividade, uma coisa bastante mais bonita! :D )

 

13.jpg

Resultado final: Barato e bom!

Partilha o conhecimento!




  Denunciar Tutorial

O que diz a comunidade sobre isto?


Não há comentários para mostrar



Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora


  • Conteúdo Recomendado:

    • John10
      Decidi fazer uma nova tábua para os meus pedais.
      Comprei umas tábuas de pinho e pus mãos à obra.
       






      Ainda dá para meter mais um pedal bem apertadinho no degrau  que fiz. Ainda há possibilidade de expandir a pedaleira.
    • marcelomusicfelix
      Boas Malta!! Como é que andam?? Tudo a correr bem nas vossas guitarradas?? Precise de opiniões do pessoal Eu tenho alguns espectáculos durante o Verão já como é habitual! Este ano, vou usar uma pedaleira que adquiri recentemente, por ter umas dimensões muito pequenas, e também porque gostei muito do som da mesma, para o Pimba tanto para o Rock. A pedaleira em questão é uma Boss Me-25. Eu queria fazer uma PedalBoard para poder ter a pedaleira, mais um pedal WahWah que já usava antes que até curto dele, e também queria acrescentar o meu tablet onde este ano, terei as notas das músicas e dos solos todos que tocamos. Qual acham a melhor maneira de fazer a mesma, para ver se não me estendia no dinheiro para poder adquirir material novo ainda para o verão? Fica a questão ... já agora obrigado por estares a ler o post Thanks malta Boa continuação de guitarradas para todos
    • xtech
      Uma pedaleira é, normalmente um suporte para os vários pedais. Pode, noutro contexto, designar um conjunto de pedais ou um sistema multi-efeitos com vários pedais.
      A maioria das pedaleiras permite fixar os pedais através de uma base para fita de velcro, e podem vir em múltiplos feitios (vê aqui os modelos mais conhecidos)

      Exemplo de pedaleira (http://www.pedaltrain.com)
       
      As pedaleiras podem ser feitas em metal (alumínio é uma boa opção devido ao menor peso), madeira etc.
      Podes ver aqui um tutorial de construção de uma pedaleira em madeira:
       
    • xtech
      O mesmo que pedaleira:
       
    • Atrus
      Viva pessoal,
      Há cerca de dois anos terminei a construcção de um Princeton 5F2 que postei aqui no fórum:
      O projecto foi feito de raiz, levou o seu tempo mas deu imenso gozo depois de terminado.
      Depois de terminar e porque o bichinho do DIY depois de morder custa a largar, pensei numa pedalboard e lá aos bocadinhos comecei por projectar e acabei por a construir também...
      Como isto é um passa tempo e não saio com o material de casa estava a pensar em ficar-me pela base mas depois lá pensei e porque não uma case...?? Depois de alguma pesquisa fiquei enamorado de um modelo da Helweg (modelo Burst Tweed Case with Brown Western Stripe and bronze beading) este aqui:

      Os modelos deles são bestiais e pensei porque não tentar fazer um?
      Pus novamente mãos á obra...
      A base é simplesmente duas laterais em madeira com um rasgo aonde encaixam 4 travessas com espaços entre elas para permitir passarem os cabos. Coloquei uma fonte aparafusada da Decibel Eleven no fundo e somente por isso a fiz inclinada para evitar a fonte no topo. Coloquei dois jacks da neutrik na traseira (a pedaleira fica em série com o amp) e dei uma fusão acastanhada seguida de verniz mate transparente.
      Ficou assim:

      A traseira com a entrada para a fonte e os jacks:




      Depois algum velcro na frente:

      Nesta última foto ainda se vêm as pegas em alumino que coloquei antes de ter ideia de fazer a mala. Mais tarde tirei-as porque a base ficou ligada ao fundo da mala e faziam-me perder espaço.
      Ora bem, então seguiu-se a case, nesta podem ver a base em cima do fundo da mala.
      Fiz uma caixa em madeira compensada de 20mm nas laterais 10mm da mais leve no fundo e tampo. A base ficou com 30mm de altura, a tampa tem 120mm e a largura 370mm.

      Feita a caixa, foi a vez de encomenda material. O meu site preferido para compras de material é o Tubetown na Alemanha. Têm um vasto stock, são de confiança e rápidos.
      Para este projecto encomendei o tecido tweed, o tolex a imitar o cabedal, o cordão dourado para os contornos e todas as ferragens, nomeadamente a pega, cantos, fechos e pés.
      Com tudo reunido, o primeiro passo foi marcar os rasgos para o cordão. Para isso usei uma dremel como tupia e uma fresa de 3mm (esta é a medida perfeita para o cordão plástico de 2mm que comprei, com rasgo de profundidade de 3mm). Peço desculpa mas não tirei fotos do processo de abrir os rasgos mas é simplesmente marcar as linhas de fora a fora dos tampos e aplicar uma régua com grampos para usarem como guia para a tupia. Os rasgos deverão ficar assim:

      Depois de todos os rasgos abertos, cortei as peças de tweed (atenção em alinhar o tweed pelo extremo dos rasgos porque irá ser dobrado para entrar nessas ranhuras.
      Já agora, o que usei para colar as peças foi spray adesivo da 3M (scotch-weld) isto é caro e convém usar numa área bem ventilada mas é muito bom porque vos permite colar e descolar várias vezes caso se enganem ou não fique bem alinhado á primeira.
      No amplificador usei cola animal (hide glue) e esta continua a ser a minha opção número 1 de cola mas não tinha disponível em casa e usei antes o adesivo em spray.

      É importante o corte perfeito do tweed para "casarem" bem as diagonais do padrão. tanto no tampo como na base e nos topos.




      Para não me enganar no padrão marquei todos os recortes e as faces da madeira.

       
      A tampa terminada com o tweed:


      E aqui a base já pronta também:



      Posto isto avancei para a coloração.
      Tal como no amplificador, não deixei o tweed ao natural. No amplificador mandei vir de Inglaterra uns corantes todos xpto e cheguei á conclusão que tinha feito isso com materiais acessíveis de cá...portanto para dar o efeito "western" tipo tabaco á mala o mais parecido com a da Helweg, fui ao Leroy e comprei um verniz de base aquosa da 3V3 côr carvalho claro para manchar o tecido e trouxe uma lata de verniz mate incolor da bondex para selar a cor e lacar a caixa.

      Usei um compressor e pistola para pintar. Dei 2 demãos de colorante carvalho para escurecer o tweed e uma terceira irregular para provocar o efeito de manchas tipo tabaco.
      Quantas mais mãos mais escuro ficará...
      Com a 1ª mão:

      Com a 2ª mão:

      E com a 3ªmão (fumado):


      Depois desta fase veio a colocação do tolex e finalização com o cordão dourado. O cordão dá um look pro e limpo ao trabalho tal como o que vemos nas cabs da Marshall por exemplo.
      Aqui não postei fotos do processo mas não tem nada que saber, basta cortar as tiras do tolex á medida e colar. Antes disto aconselho a passarem um espassador (algo com a largura de 2mm para "avivar" os cortes porque com o processo de envernizamento o tweed fica rijo e convém vinca-lo dentro do rasgo).
      Depois de aplicado o tolex e o cordão o aspecto ficou assim:





      Passo seguinte, uma tela tipo alcatifa preta para os interiores e comprei num estufador um bocado daquelas tiras de cordão em beje que se usam principalmente nos estofos de carros mais clássicos. Isto usei para fazer a separação entre o tweed/tolex e o forro dos interiores.


      Por fim veio a colocação das ferragens, começando pelos pés para posição deitada e em pé:

      A pega:

      Os fechos:

      Dobradiças (são do tipo de encaixe para permitir tirar a tampa):

      O aspecto final fechada, já com os cantos:

       

      Depois instalei a base aparafusada ao fundo da caixa com uma dobradiça do tipo piano (para permitir levantar a board e mexer nos cabos e na fonte:




      E pronto, finalizado e ao lado do amplificador que construí:


      Sim têm razão...eu adoro tweed
       
      Bom malta eu adorei este projecto e creio que ficou muito parecida com o que eu queria.
      Espero que sirva também para vos dar ideias e força para os vossos projectos.
      Já tenho um outro projecto no "forno"... Quando começar a andar dou noticias e coloco aqui no fórum.
      Abraços!
       
       
       
       
    • Edson de Araujo
      Galera,
      Conheci a Nova Fonte Nacional PWS-ISO da empresa E3Audio... O que é isso, essa fonte é muito top.... Era o que estava faltando no Mercado Nacional, uma Fonte Isolada que eu não tenha que pagar uma fortuna e que proteja os meus pedais...
      Primeira impressão: 
      - Menor que uma Voodoo Lab e tambem T-Rex ou qualquer outra nesta linha de Fonte com saidas isoladas.
      - Possui 3 Saidas isoladas, sendo
              - 1 Individual de 500mA
              - 1 Individual de 250mA
              - 6 Compartilhando 350mA
      E a vantagem é que todas as Saidas são independentes, diferente de muitas no Mercado que são Daisy Chain.... As Fontes dessa empresa são realmente Independentes e com a vantagem de possuir 3 Isoladas.
      Pude ligar Tranquilamente meus dois Strymon e ainda um Setup com mais 6 pedais.
       
      Perfeita... Apenas pra compartilhar com voces.