Como usar processadores multiFX para Guitarra/Baixo/outros

    Por tmo    5.947 Visualizações     26 comentários    


O que há anos era heresia total, hoje em dia começa a ser cada vez mais aceite: a utilização de preamps digitais (em formato pedaleira, rack ou software para PC/Mac ou tablet) e multiefeitos pelos guitarristas e baixistas, pode afinal ser uma excelente escolha e soar bem. Neste tutorial mostra-se como tirar o máximo partido deles.

tmo
Por tmo

WHAT IS NOT TOLD ABOUT MULTIFXs

 

Uma conto repescagem de 2007 (a pedido de algumas gentes) por tmo...

Ora bem, qual é a grande vantagem de utilizar um pré digital ao invés de usar um analógico? Pondo de parte o rombo no orçamento que os diferentes prés fazem, a grande vantagem destes sobre os outros é a versatilidade de timbres que podem gerar. E para quê? Perguntais vós... simplesmente para poder chegar a mais pessoas e permitir o estudo do “Holly Grail of Tone” sem se ficar a pedir nas ruas. O que se irá abordar de seguida torna-se válido para Guitarristas, Baixistas ou outros instrumentistas que usem Setups idênticos aos que aqui se indicarão.

Nota informativa ao leitor: o texto que se apresenta de seguida contém linguagem eventualmente chocante e disruptiva. Convenhamos que o texto original tem pouco mais de 10 anos... contudo, os princípios aqui referidos mantém-se sólidos uma vez que são transversais a praticamente qualquer setup.

Partilha o conhecimento!

  • Gosto 4
  • Obrigado 1



  Denunciar Tutorial

O que diz a comunidade sobre isto?




Excelente tópico, master tmö! Era boa ideia porem isto como topico fixo. master tmö para presidente!!! :) :)

  • Gosto 2

Partilhar este comentário


Link to comment
Partilhar nas redes sociais

Excelente tópico, master tmö! Era boa ideia porem isto como topico fixo. master tmö para presidente!!! :):)

Subscrevo em absoluto, no entanto e para tópico fixo:

1 - O título do tópico poderia ser um pouco menos poético;

2 - O título do tópico poderia ser um pouco mais pedagógico (mais objectivo em relação ao assunto tratado).

Isto se o tópico fosse para fixo e à consideração do autor é claro. O mais importante é o conteúdo e nisso está excelente. Aguardo com expectativa futuros desenvolvimentos.

Cumprimentos,

AE

  • Gosto 1

Partilhar este comentário


Link to comment
Partilhar nas redes sociais

Excelente tutorial @tmo.

Agora, se não te importas, te "convidava" a desenvolver um pouco a questão da pedaleira controladora MIDI.

Pelo que percebi noutro post, usas a famosa Behringer FC1010.

Ja estive tentando em a comprar, mas li algures, que a sua implementação com os softwares do mercado, não é directa, havendo quem venda uns chips, para que o seja.

Qual é a tua experiência com esse "problema"?

Partilhar este comentário


Link to comment
Partilhar nas redes sociais

@pgranadas Não tenho esses problemas porque não uso essa pedaleira, apenas a refiro como possibilidade. A que uso é a Roland FC200 (desde 1998 sem qualquer problema, diga-se), vem apenas com 1 pedal de expressão, mas tem possibilidade de ligar +6. No total uso 3 pedais de expressão: um para gerir o drive/nível de distorção, um para os efeitos que me apetecer no momento (nos quais posso misturar whas com whammys ou outras avarias em diversos parâmetros de diversos efeitos, que ligo e desligo com pedais on/off) e outro para gerir a mistura entre o "Direct level" e o "Wet level" do reverb.

Assim que tiver oportunidade, aprofundo, de facto, a página do CHAOS CONTROL...

  • Gosto 1

Partilhar este comentário


Link to comment
Partilhar nas redes sociais

Eu ja uso este esquema de guitar+pc+ pedaleira fcb 1010 à  4 anos e é expetacular o que eu consigo fazer!

O novo amplitube 4 lançado està ao nivel dos processadores profissionais tais como kemper, axe fx  com grande vantagem na ediçao muito mais facil no pc...

 

Sabendo que nao é a toa que encontras marcas licenciadas no amplitube 4 tais com orange, fender, mesa boogie, orange, etc.. com 1 som soberbo

Eu ja migrei para um MUNDO VIRTUAL E SOU FELIZ!!! (e sem preconceitos o meu ouvido é o meu juiz!!!)

  • Gosto 1

Partilhar este comentário


Link to comment
Partilhar nas redes sociais
há 19 horas, flip79 disse:

Eu ja uso este esquema de guitar+pc+ pedaleira fcb 1010 à  4 anos e é expetacular o que eu consigo fazer!

E que tal foi ligar a fc1010 ao Amplitube? Tiveste de fazer algum mod, ou foi uma configuração pacífica?

Partilhar este comentário


Link to comment
Partilhar nas redes sociais

desculpem o testamento nas a vida nem sempre e simples...

Infelizmente tem muitos truques e dicas:

O sistema operativo e o windows seven que é onde a minha placa de som é mais estavel.

O reaper foi o programa que tornou o amplitube a fcb 1010 trabalhar sem erros nenhum, estabilizou o o funcionamento e 5 horas seguidas diarias todos os dias sem crash! O modo stand alone com a fcb 1010 .nunca funcionou estavel.

Eu uso pc windows mas 1 pequeno i3 2,20 4ghz e chega me . (esta geraçao de i3, i5, i7 são mais fiáveis para o amplitube.

A minha placa de som e uma esi esu sao 24 bits 94hzs e são a garantia de 1 som melhor...tem entrada hi-z propria para guitaras e parace me que o som que não sai tanto comprimido como outras placas que eu usei.

De todos programas o que mais gosto sao o amplitube 4 eu uso o meu baixo fender no amplitube fender e o som e bom.

A minha guitarra acustica tambem uso no amplitube .

A pedaleira da behirnger que eu suso tem 4 anos e uso todos os dias e é excelentemente contruida, duravel, 110€ uso a todos os dias, ate o pedal wh funciona direito.

Ligo a pedlaira ao portatil via cabo midi usb converter 13€ porque a minha placa de som não tem midi in.

A edicao da pedaleira é 1 pouco dificil e aconselho a usar o UNO que já e 1 solução já preparada.

Embora existam muitos tutoriais na net sobre congfigurar a fcb 1010 e o amplitube... eu confugurei sempre tudo mao... mas para as pessoas aconselho 1 chipe uno.

 

As pessoas esquecem muitas vezes e para se ter um som optimo de guitarra nos phone é preciso ter 1 phone profissional pelo menos 100€ porque reproduzir as frequencias da guitarras não é facil e so os bons phones reproduzem perfeitamente estas frequencias e uso 1 phones de studio da sony a à 17 anos todos os dias 5 horas e estao perfeitos mesmo quando se puxa por 1 amplitube mesa boogie eles aguentam a vibraçao e o massacre...

 

 

 

 

Eu uso para ensaiar e para tocar com amigos musicos que estam no mundo todo e menviam wav com as musicas ,eu faço e baixo, a guitarra eletrica, acustica e envio pela net os meus amigos montam o som numa daw e eu sou pago!

 

Toco em casa com muitos amigos que tem edrums, teclados baixos,

 

Eu toquei mais de 20 em bandas e a banda acabou e com mulher e filhos fiquei com numa depressão, entao foi a procura de ser feliz e à 5 anos que hoje tenho estes projetos todos na minha casa....a minha filha ta na sala com a minha mulher a ver tv e eu tou a lado delas a tocar no meu pc guitarra sem chatear ninguém... mesmo com 1 edrum, o baixo ou synth não se ouve nada...

 

Pode parecer estranho eu vendi a maior parte do meu material profissional so fiquei cm 1 PRS custom.... eu nem afinador tenho, não toco com 1 ampli a mais de 5 anos...

 

MIGREI PARA VIRTUAL E SOU FELIZ A TOCAR COM MUSICOS DO MUNDO TODO QUE ME MANDAM AS MUSICAS EM WAV E FAFEMOS MUITAS MUSICAS NOSSAS! Quantas vezes o teclista meu amigo na turquia tem 1 ideia grava e me envia e eu fico logo todo ansioso por criar algo,,,, tenho amigos que emigragaram musicos no brasil, canada, turquia, israel, uk e em vez de chorar a distancia faço coisa boas, agora ate conheci 1 amigo frances que toca teclado e canta e me esta a mandar as musicas.. e este é o meu novo projeto!!!!

 

  • Gosto 2
  • Útil 1

Partilhar este comentário


Link to comment
Partilhar nas redes sociais



Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora


  • Conteúdo Recomendado:

    • Priscila Ferreira
      Boas!
      Sou vocalista, de Vila de Prado (entre Braga e Vila Verde) e procuro guitarrista para fazer um projecto de música medieval.
      Procuro também flautista de bisel.
      A música "The Wolvenstorm" do jogo Witcher 3 é o exemplo perfeito do que gostaria de fazer.
      Estou aberta a fazer covers ou originais, ou ambos.
      Gostaria de no futuro tornar o projecto comercial, ou seja, actuar em eventos, por isso preciso de gente séria e comprometida com o projecto.
      Até já!
    • F.Coelho
      Antes que este link desapareça por algum motivo, deixo-vos aqui algo para ler nos tempos livres:
      https://www.researchgate.net/publication/233420802_Vibroacoustical_Study_of_a_Solid-Body_Electric_Guitar
      Estou a ler aos poucos. Estou a gostar. Tem algumas coisas que confirmam aquilo que se fala aqui, outras são "novidade" (pelo menos para mim).
      No entanto, também temos que observar algumas dificuldades deste tipo de trabalho. Deixo aqui uma conclusão do autor:
      It seems that the three guitars dynamically behave in a very similar way, with almost the same modal frequencies, modal dampings and mode shapes. However, for the 4th mode of Ash guitar at 387Hz(torsional mode),whatever the excitation method, we can notice a significantly different modal damping compared with the otherguitars (circled in Fig. 3.8).
      From this Modal Analysis study, it can be concluded that the close similarities in term of dynamical behavior (modal parameters) of the three tested guitars are certainly due to their identical shapes and dimensions. The mode shapes show that the neck (plus the headstock) vibrates much more than the body, which could mean that the material of the neck has more influence than the material of the body on an electric guitar’s tone. Nevertheless, since the necks of these three tested guitars come from the same maple trunk, the slight and subtle differences in tone perceived by the participants of B.Navarret’stestbetweenthethreeguitarsmaybeduetothedifferentwoodsusedfor their body, particularly for ash.
      In general, the type of connection (glued, bolted, screwed...) between the neck and
      19 CHALMERS, Master’s Thesis 2009:76
      the body is also of paramount importance, since it contributes to the overall damping i.e. the sustain of the guitar. For all the three tested guitars the neck is screwed to the body, so we can not compare that parameter. This being said, other important parts of an electric guitar which might have an influence on its tone are the string ends, where each of the six strings are connected to the instrument. This is the focus of the next chapter.
       
      Fonte:
      Master’s Thesis in the International Master’s program Sound and Vibration
      YO FUJISO
       
      Team Lutheries – Acoustique – Musique (LAM) 11 Rue de Lourmel – 75015 Paris, France
       
      Department of Civil and Environmental Engineering Division of Applied Acoustics Vibroacoustics Group
      CHALMERS UNIVERSITY OF TECHNOLOGY Göteborg,
      Sweden 2009 
    • Super_Sumo
      Bom dia,
      Estou a pensar comprar uma guitarra estilo Gibson 335, mas não pretendo gastar muito dinheiro por isso terei de ir para uma alternativa. Conheço muitas marcas que fazem guitarras estilo 335 bastante bem, desde Guilds, eastman guitars, Tokais, Yamaha etc. No entanto nenhuma delas apresenta um preço razoável para a minha carteira.
      Alguém tem sugestões ou experiência nesta matéria?
      Já pensei na epiphone dot claro mas estou a ver se aparecem mais opções.
      Encontrei uma epiphone que é um ligeiro upgrade da DOT : https://www.musicstore.de/pt_PT/EUR/Epiphone-ES-335-Pro-Limited-Edition-Iced-Tea/art-GIT0038914-000
      No entanto já está Sold Out =(.
      Para mim o mais importante é a construção da guitarra e a qualidade nas madeiras/braço e prefiro sacrificar nos pick ups porque mais tarde poderia fazer upgrade para uns Gibson 57 classic.
      Também estou sempre a ver o OLX para ver o que aparece, em 2ª mão vou certamente conseguir melhores preços.
    • Danicafd
      Boas.
      Ultimamente tenho estado a pensar em adquirir um pedal de efeitos para o meu baixo eléctrico.
      Tenho-me inclinado mais para os octavers e depois talvez um de distorção.
      Gostava de saber que as vossas opiniões sobre quais os pedais mais relevantes para um baixista.
      Para além disso gostaria de saber se alguém tem opiniões ou se já experimentou o MS-60B da Zoom.
      Cumps!
    • Afonso Martins
      Boas. Sou guitarrista e vou começar este ano a tocar numa banda de baile profissional. Quando tinha um dupla estava habituado a tocar com estante e portfólio mas agora que estou em algo mais profissional isto não fica tão bem. Conheço pessoas que usam tablets com as letras e os acordes, e outras que usam dossiers A3 deitados no chão com os acordes das musicas para se orientarem em palco. Gostaria de saber as vossas recomendações e se têm alternativas. Muito obrigado e um resto de uma boa noite.
    • Jorge Abreu
      Boa tarde pessoal!
      Antes de mais peço desculpa estar a criar um novo tópico mas não encontrei nenhum adequado... :/
      Queria pedir uma ajudinha
      Eu gostava imenso de tocar a “Chaga” dos Ornatos Violeta mas infelizmente não aparece grande coisa na net de tabs pra música e eu não tenho talento o suficiente pra conseguir aprender tudo de ouvido.
      Eu já sei algumas partes mas gostava de conseguir apanhar a música na totalidade!
      Obrigado e cumprimentos pessoal \m/