GANHA 1 pedal Digitech TRIO Band Creator aqui no Forumusica! Consulta aqui o regulamento!
Entra para seguir isto  

Como Escolher Potenciómetros para Guitarra?

    Por tmo    266 Visualizações     4 comentários    


Melhorar a electrónica de uma guitarra implica uma escolha adequada de potenciómetros. Neste Tutorial damos-te a conhecer como escolher os melhores potenciómetros para a tua guitarra.

tmo
Por tmo

O que é um potenciómetro?

Potenciómetros... dava para uma tese de doutoramento... quase... pronto, para a introdução o prefácio.

1º, um potenciómetro não é mais nem menos do que uma resistência de valor variável. Existem em formatos rotativos e tipo "fader". Há ainda muitas variantes formais e combinações possíveis, mas a base é esta.

A questão dos potenciómetros é a seguinte, por serem elementos mecânicos de contacto por fricção estão sujeitos a desgaste, digamos 2 a 5 anos, dependendo do uso, poderão render mais tempo. Por esta razão, convém volta e meia, tipo de 5 em 5 anos para uma guitarra com uso regular do potenciómetro, trocá-los.

Para o assunto em mesa, temos que um potenciómetro pode fazer várias coisas numa guitarra:

  • Controlar o volume do sinal
  • Controlar valores de filtros (o timbre mais agudo ou grave, dependendo do circuito)
  • Misturar pickups (muito comum em baixos, função BLEND, por vezes também chamada de panorama)
  • Proporcionar um "coil split" a um humbucker reduzindo o sinal de um dos coils.
  • Servir o jantar... errr, pois, não era bem isto.

A questão das marcas e modelos, não tem tanto a ver com qualidade do som, mas antes com qualidade de construção (durabilidade) e margens de erro relativamente aos valores apresentados. Uma marca branca pode ter oscilações até cerca de +-20% do valor marcado enquanto uma marca já firmada no mercado oscila até +-10%, algumas garantem até +-5%. Em caso de dúvidas, ter um multímetro por perto e investir algum tempo a medir potenciómetros para encontrar uns com valores próximos do desejado. Portanto, duvido que um ouvido educado consiga distinguir um potenciómetro de marca branca de outro com mais "qualidade", caso tenham o mesmo valor e sejam da mesma tipologia.

Partilha o conhecimento!

  • Gosto 2
  • Útil 3



  Denunciar Tutorial
Entra para seguir isto  

O que diz a comunidade sobre isto?


há 2 horas, deadpoet disse:

E se forem P90's que valor devem ter os pots?!

Os P90 são single coils com esteróides, portanto, algo entre os 250k e os 500k poderá funcionar.

Nas minhas guitarras mais usadas estou com potenciómetros de 1MOmhs (1000K...) e faço coil split aos humbuckers. É certo que um coil de um Humbucker não é igual a um single coil isolado, mas não desgosto do timbre e não acho que fique excessivamente estridente a ponto de ficar incómodo. É claro que a coisa está sempre dependente da tipologia das cordas, dos dedos, do amp, da coluna, da sala, dos ouvidos e tudo o resto. Para o meu setup, a coisa tem funcionado bem.

Partilhar este comentário


Link to comment
Partilhar nas redes sociais


Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora


  • Conteúdo Recomendado:

    • tmo

      1º, um potenciómetro não é mais nem menos do que uma resistência de valor variável. Existem em formatos rotativos e tipo "fader". Há ainda muitas variantes formais e combinações possíveis, mas a base é esta.
      A questão dos potenciómetros é a seguinte, por serem elementos mecânicos de contacto por fricção estão sujeitos a desgaste, digamos 2 a 5 anos, dependendo do uso, poderão render mais tempo. Por esta razão, convém volta e meia, tipo de 5 em 5 anos para uma guitarra com uso regular do potenciómetro, trocá-los.
      A questão das marcas e modelos, não tem tanto a ver com qualidade do som, mas antes com qualidade de construção (durabilidade) e margens de erro relativamente aos valores apresentados. Uma marca branca pode ter oscilações até cerca de +-20% do valor marcado enquanto uma marca já firmada no mercado terá oscila até +-10%, algumas garantem até +-5%.
      Em caso de dúvidas, ter um multímetro por perto e investir algum tempo a medir potenciómetros para encontrar uns com valores próximos do desejado. Portanto, duvido que um ouvido educado consiga distinguir um potenciómetro de marca branca de outro com mais "qualidade", caso tenham o mesmo valor e sejam da mesma tipologia.

      O que é isto da tipologia do potenciómetro (em Ingrês, entende-se como Taper)? Trata-se da relação entre o valor da resistência que o potenciómetro faz e seu do avanço (ou volta). Há de 3 tipos: linear, logarítmico e logarítmico invertido.
      Linear - faz o que diz, a cerca de metade do avanço, tem-se metade do valor da resistência total do potenciómetro. Logarítmico - tem uma relação logarítmica entre o avanço e o valor da resistência. Logarítmico invertido - ... não tira cafés, n'é? E para que é que servem tantas variedades? Bem, é difícil agradar a Gregos e Troianos, certo?
    • grsousa
      Olá boa noite,
      Tenho uma Vintage tipo LP, montei uns humbuchers Seymour Duncan APH-2S Slash Alnico II, e agora quero melhorar os potenciómetros, das vossas vivências o que aconselhariam??? marca? modelo?
       
      abraço
      Gilberto
    • LuisEmanuel
      Boas malta!
      Tenho uma aluna que tem um problema na guitarra sobre o qual gostava de saber a vossa opinião:
      A primeira corda enfia-se debaixo dos trastos! Isto é, os trastos estão ligeiramente levantados e, ao tocar, por vezes, a corda fica lá presa.
      Não sei se dá para perceber muito bem mas deixo aqui umas fotos.
      Parte disto resolver-se melhorando a forma de tocar, mas ainda assim acontece de vez em quando...
      Acham que isto é simples de resolver?
      Obrigado!
       




    • pgranadas
      Brutal, primeiro foram os afinadores que fizeram notícia, agora a Gibson está ainda mais à frente. 
      Na nova coleção de 2018, já não há o perigo de partir o headstock numa queda.....pois ele já vem rachado. Mais relic que isso, dificilmente se consegue.
      Vejam a notícia https://www.gearnews.com/gibson-les-paul-traditional-2018-now-pre-cracked-headstocks/
       
    • Gabriela Pacheco
      gostava de aprender a tocar novas músicas na minha guitarra, digam músicas que gostariam de me ouvir a tocar
    • citizen_erased
      Excelente tópico, master tmö! Era boa ideia porem isto como topico fixo. master tmö para presidente!!! :)